Desenvolvendo para o Microsoft Kinect. Parte 2 – Cont. Introdução

Bom, vamos continuar com a nossa série de artigos sobre o desenvolvimento para o Kinect, espero que estejam gostando do que estamos produzindo. Nessa segunda parte vamos continuar com a introdução, mas isso não quer dizer que não veremos nada interessante. Na parte 3 já iniciaremos o desenvolvimento, então aguardem atentos =). E conforme solicitado, estou escrevendo essa segunda parte um pouco mais “fora” dos moldes acadêmicos, para promover uma leitura menos cansativa.

Vocês sabiam que existe um Kinect para Xbox e outro para Windows? É interessante conhecermos um pouco das diferenças entre o Kinect para Xbox e o Kinect para Windows.

De acordo com a Microsoft, o sensor Kinect para Windows foi totalmente testado sobre o sistema operacional Windows, para a plataforma ele ainda traz um recurso adicional chamado “Near Mode” (recurso para capturar movimentos a curtas distancias) e melhoramentos no seu algoritmo de rastreamento esquelético, API (Interface para programação de aplicativos) aprimorada para desenvolvimento e uma conexão USB sem a necessidade de adquirir o adaptador.


O sensor para Windows foi concebido especificamente para ser utilizado com os computadores, e inclui um cabo USB encurtado. O Kinect para Xbox 360 foi construído e testado apenas com o Xbox 360, deixando de lado as demais plataformas, por isso o dispositivo não está licenciado para uso comercial, suporte, ou garantia, quando utilizado em qualquer outra plataforma.

A Microsoft possui ainda uma grande equipe de engenheiros que se dedica a aprimorar e promover uma melhoria contínua do hardware e do software associado ao Kinect para Windows, e está empenhada em fornecer acesso contínuo ao grande investimento no rastreamento humano e reconhecimento de voz, fornecendo atualmente o kit de ferramentas de software para desenvolvimento 1.8.

Certo, mas como funciona sobre o Windows? Quais as APIs? A resposta disso segue na arquitetura lógica do Kinect.

Para entender melhor o funcionamento do dispositivo, a figura a seguir contém uma ilustração da arquitetura lógica e um pouco das características de seus componentes.

 


  1. Hardware Kinect – os componentes de hardware, incluindo o Kinect e o conector USB no qual o sensor está ligado ao computador.
  2. Drivers do Kinect – são instalados no processo de instalação do SDK (Software Development Kit ou Kit de desenvolvimento de aplicativos).
  3. O microfone do Kinect permanece como um dispositivo de áudio em modo kernel (núcleo) que pode ser acessado por meio de APIs de áudio do Windows.
  4. Funções de enumeração do dispositivo que permitem que um aplicativo use mais de um Kinect.
  5. Componentes de Áudio e Vídeo – Rastreamento do esqueleto, áudio, imagens de vídeo e profundidade.
  6. DirectX Media Object (DMO) – Faz a formação de feixe e da localização da fonte de áudio.
  7. APIs do Windows – SDK do Windows e do Microsoft Speech.

 

Tá certo, são vários recursos que parecem consumir muitos recursos do PC. De fato, consomem muito processamento, por isso, verifique se o seu PC possui os requisitos mínimos para tal, claro que hoje é difícil encontrar PCs sendo vendidos com menos de 4GB de RAM e processadores single-core, mas ainda existem muitos desses por ai.

Os requisitos mínimos do sistema exigem uma configuração mínima de hardware e software para ser executado, pois o processamento de cada aplicação consome uma quantidade de recursos. Não diferente, o SDK fornecido pela Microsoft também exige recursos mínimos de hardware e software para ser executado:

  • Sistemas operacionais
    • Windows 7 / Windows 8 (x86/x64) ou superior.
    • Obs: A Microsoft não fornece suporte para o Linux, mas existem vários tutorias sobre o KinectHack (geralmente em ingles), para rodar no Linux.
  • Hardware
    • Processador Dual-core de 2,66 GHz ou superior
    • Barramento USB 2,0 dedicado ao Kinect
    • 2 GB de RAM
    • Placa de vídeo compatível com DirectX 9.0c
    • Sensor Microsoft Kinect
  • Software
    • Microsoft Visual Studio 2010 Express ou outra edição do Visual Studio 2010 ou superior.
    • .NET Framework 4 ou superior.

Tá, tá, tá, mas Artur, você está falando muito e mostrando pouco… Então o que acham de ficar com os seguintes vídeos de possibilidades de desenvolvimento / aplicações já desenvolvidas para o Kinect? Espero que gostem. Obs: Deixarei apenas os links para que abram todos, realmente vale a pena, acreditem, são projetos incríveis que vocês podem nunca ter imaginado. Existem muitos outros que eu infelizmente não consegui mais localizar, enfim, se localizar eu virei aqui postar para vocês.

 

http://www.youtube.com/watch?v=FCw38l3rHW4

http://vimeo.com/channels/nui/17358021

http://vimeo.com/45417241

http://vimeo.com/36892768

http://www.youtube.com/watch?v=rQVycUmeqB4

http://www.youtube.com/watch?v=Mr71jrkzWq8

http://www.youtube.com/watch?v=3MnDAWlhegw

http://www.youtube.com/watch?v=chHI30_stQg

http://www.youtube.com/watch?v=b2kqRv1WdEM

http://www.youtube.com/watch?v=1Oom_5YTZQU

http://www.youtube.com/watch?v=KBHgRcMPaYI

http://www.youtube.com/watch?v=re1EatGRV0w

http://www.youtube.com/watch?v=r5-zZDSsgFg

http://www.youtube.com/watch?v=KG1qq8pRtPY

E no Xbox One? J

http://www.youtube.com/watch?v=3frThD9A6ew

 

Espero que tenham gostado, e até a próxima =D.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s