Visual Studio Debugger Canvas

Olá,

Foi lançado a algum tempo um recurso muito legal para o Visual Studio 2010 Ultimate, ainda desconhecido por muitos desenvolvedores, o Debugger Canvas, que é uma maneira mais visual de fazer debug de suas aplicações.

Normalmente, ao fazer debug de uma aplicação, você executa e vai percorrendo linha a linha, entrando e saindo de rotinas dentro do código e depois de algum tempo, você acaba com diversas janelas abertas no Visual Studio.

Agora imagine que ao fazer o debug, os diferentes códigos fontes vão se abrindo e se relacionando, formando um caminho percorrido pelo fluxo de execução, mais visual, não serial muito bom ? Pois é exatamente isto que o Debugger Canvas faz.

Para começar, vamos instalar o debugger canvas, que é um plugin para o Visual Studio Ultimate e pode ser baixado aqui.

Agora abra um projeto você está acostumado a fazer debug, no meu caso, vou abrir o projeto TailspinToys, que é um projeto exemplo da Microsoft. Vamos executá-lo (F5) e ver o que acontece com o debug.

Primeiro vamos abrir o CartController.cs e colocar um break point no método AddCart()

imageimage

Agora vamos executar o programa pressionando F5. Após a aplicação abrir no browser, clique em “Model Airplanes” e depois em  em “View Plane”. Em seguida clique em “Add to Cart”.

Neste ponto o código irá parar no local onde fizemos o break point, mas com uma grande diferença no visual:

image

Veja que agora estamos no Debugger Canvas, no codigo do controller. Em cima na barra da janela está a árvore de execução, ou seja, por onde o código passou até chegar aqui e existe também um botão no canto direito da tela que mostrar as variáveis locais para o método:

image

Vamos executar o código pressionando F11 para entrar em algum outro método e logo em seguida temos esta outra janela:

image

Pressionando mais algumas vezes o F11 temos o seguinte:

image

Fazendo um pequeno ajuste visual temos o seguinte:

image

Aqui vemos a linha de execução do programa até onde paramos, ou seja, se continuarmos a execução teremos um mapa visual de todo o fluxo de execução da nossa aplicação, e o que ganhamos com isto ? Facilidade para entender como o código funciona.

Uma última coisa é que quando você instala o Debugger Canvas, ele fica como padrão para o seu debug e caso você queira ativar/desativar, basta abrir o menu Debug/Debugger Canvas/Options and Settings de desmarcar a propriedade abaixo:

image

Espero que vocês tenham gostado do potencial deste novo recurso para o Visual Studio e isto mostra mais uma vez que a ferramenta está evoluindo e tem muito mais a evoluir.

Abraços e até a próxima.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s